Advogado Rodrigo Faucz é admitido no TPI

O advogado Prof. Dr. Rodrigo Faucz Pereira e Silva, sócio do Faucz Santos & Advogados Associados, foi habilitado para atuar perante o Tribunal Penal Internacional, na Haia, Holanda, a mais importante Corte Criminal do mundo, responsável pelo julgamento dos crimes de maior gravidade perante a comunidade internacional (genocídio, crimes de guerra, crimes contra a humanidade e de agressão entre países)

Ele se torna o terceiro brasileiro na lista de advogados admitidos.

Foram meses de análise do currículo, investigação sobre os casos que o advogado atuou e de documentos. De acordo com o art. 22 da “Rules of Procedure and Evidence” e de normas da “Regulations of the Court”, apenas serão admitidos a litigar aqueles que: demonstrarem notável conhecimento em direito criminal / direito internacional; sejam fluentes, tanto da forma escrita quanto falada, em inglês ou francês; tenham experiência comprovada superior a 10 anos; bem como reputação profissional e pessoal ilibada.

Com a admissão chancelada pelo TPI o Dr. Rodrigo Faucz passa a ter seu nome e biografia em uma lista restrita que é entregue aos acusados (List of Lead Counsel). Também poderá apresentar petições e representações perante a Corte.

Na América do Sul, estão habilitados para atuar perante o TPI advogados de 7 nacionalidades apenas: 3 da Argentina, 1 da Bolívia, 1 do Chile, 1 do Peru, 4 da Venezuela, 1 do Uruguai e, agora, 3 do Brasil.